História

HISTÓRIA DO COMAS

img-hist-comas-congresso-medico-academico-de-santos

Em 1982, acadêmicos entusiasmados com a possibilidade de fazer reuniões, a fim de compartilhar experiências e discussões de trabalhos científicos começaram a idealizar um congresso que seria revolucionário para a época. Hoje, então doutores, Luiz Fernando Caneo, Débora Castanheira, Wanderley Marques Bernardo, Marco Aurélio D’Assunção, Mario Giovanni Pradal, Clineu de Melo Almada Filho, Mirley Brandão, Ana Rita e Tomas Soderberg, foram alguns membros que se dedicaram proporcionalmente ao tamanho do sonho para conseguir a concretização desse ideal.

A vontade de organizar um congresso que todos pudessem participar fez com que esses alunos buscassem a concordância de todos os professores, para o congresso. Afinal, se todos concordassem em dispensar os alunos das aulas para participar do evento, ele poderia ser realizado durante uma semana inteira.

Em 1983 quando o professor Ney Romiti, diretor da Faculdade de Ciências Médicas de Santos apoiou tal idéia, o COMAS foi inserido no calendário escolar.

Há 38 anos, o COMAS ainda é organizado exclusivamente por acadêmicos da “Faculdade de Ciências Médicas de Santos” – Centro Universitário Lusíada, com apoio da Fundação Lusíada – UNILUS e demais patrocinadores.

Venha fazer parte da nossa história!